escritorio-advocacia-porto-alegre-recupera-bolsa-auxilio-estagiarios-banco-do-brasil-banrisul

O FCS Advogadosescritório de advocacia localizado em Porto Alegre, RS – está ajudando estagiários e ex-estagiários das instituições financeiras Banco do Brasil e Banrisul a recuperarem valores não pagos na bolsa-auxílio, que teve reajuste ignorado pelos bancos.

O que é Bolsa-Auxílio?

Bolsa-Auxílio não é salário, é uma ajuda em dinheiro para auxiliar os jovens que estão iniciando no mercado de trabalho a cobrir parte de suas despesas básicas como transporte, alimentação, vestuário, entre outras inerentes às suas necessidades pessoais.

Ao não repassar o valor mínimo determinado em convenção coletiva da categoria dos bancários, estes bancos prejudicam o estagiário que acabam não recebendo os valores corretos a titulo de bolsa-auxílio.

Bolsa-auxílio dos bancos: Piso salarial deveria ser o mínimo

Todos os estagiários de bancos deveriam receber, a título de bolsa-auxílio, o mesmo valor descrito no piso da referida classe de trabalhadores. Contudo, este reajuste não está sendo repassado para os estagiários das referidas instituições.

Para recuperar o dinheiro que lhes é de direito, os ex-estagiários precisam procurar um advogado experiente em ações trabalhistas. Só este profissional especializado saberá como proceder para processar o banco para buscar os melhores resultados e benefícios para o estagiário que foi prejudicado.

Segundo o advogado-sócio do escritório Fuentefria & Costa Sardi Advogados, Dr. Felipe Bopp Fuentefria, “os valores devidos variam de acordo com o número de horas e época de estágio, cujas diferenças podem alcançar aproximadamente até R$ 4.500,00 Reais para cada semestre estagiado na referida instituição bancária”. O valor devido ainda será acrescido de juros e correção monetária.

Se você foi ou conhece alguém que tenha sido estagiário do Banco do Brasil ou do Banrisul, compartilhe esta notícia para que todos lutem pelos seus direitos.

O FCS Advogados, situado na Av. Plínio Brasil Milano nº 805 / 601, em Porto Alegre, está disponível para eventuais dúvidas no telefone (51) 3022-3939.